Associação dos Antigos Alunos da PUC-Rio

Seja um associado

Bellagio Conference 2011

2 de setembro de 2011

A PUC-Rio participou, na semana passada, da Bellagio Conference 2011, sediada na Itália, de 23 a 27 de agosto. Entre os 17 convidados dos maiores núcleos de sustentabilidade do mundo, havia apenas um brasileiro. O professor e diretor do Núcleo Interdisciplinar de Meio Ambiente (NIMA) da PUC-Rio, Luiz Felipe Guanaes Rego, foi o único representante do Brasil no encontro realizado pelo Earth Institute Columbia University.

Importantes universidades de quatro continentes estiveram presentes na conferência, dentre elas a própria Columbia University, organizadora do evento; a Universidade de Oxford; a Universidade de Tóquio; a Pontifícia Universidade Católica do Chile; e a Universidade Science Po, de Paris.

Foi estabelecida uma aliança entre as instituições participantes. Até o Rio + 20 novos projetos devem ser firmados. A PUC-Rio vai assinar um convênio com a Columbia University para discutir metodologias para a revitalização do Rio Rainha e, uma segunda parceria com a PUC do Chile, para uma série de trabalhos na área de Monitoramento de Mudanças Climáticas.

O principal objetivo do encontro foi discutir meios para trabalhar a ideia de desenvolvimento sustentável em nível de pesquisas acadêmicas. Alguns importantes pontos foram determinados e concluiu-se que não seria viável a criação de um diploma acadêmico específico para uma disciplina Desenvolvimento Sustentável, e sim que a interação multidisciplinar é o ponto chave para o sucesso de um projeto sustentável.

Outra ação importante que ficou definida foi criar soluções locais e específicas para cada cidade em particular. Por exemplo, explica Guanaes, o problema de Nova York não é o mesmo de Tóquio. Por isso, o grande desafio definido no encontro foi, exatamente, escolher estudos de amplitude mundial para mostrar a diferença global e local.

O professor Guanaes apresentou um projeto de parceria para a despoluição do Rio Rainha, que corta o Vale da Gávea. Segundo o professor, a interação social é fundamental na questão do rio: “Sem integração não há sustentabilidade. Para resolver o problema do Rio Rainha devemos promover a integração de todos os moradores; criar, na própria favela, uma mão de obra que saiba pensar em termos de serviços mais sustentáveis”, contou o professor. Para ele, medidas como coletas seletivas, por exemplo, fazem bastante diferença na luta por um ambiente sustentável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Please enable javascript to post a comment !

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Últimas Notícias

  • 12 de setembro de 2019

    Ciranda de Psicanálise e Arte

    A XVI Ciranda de Psicanálise e Arte - Migrantes - “Donde vem? Onde vai?” ocorrerá entre os dias 19 e 22, no auditório do RDC. O encontro é organizado pelo Decanato do CTCH e pela Escola Lacaniana de Psicanálise (RJ). As vagas são limitadas e haverá entrega de certificado aos participantes. Informações e valores: Leia mais
  • 12 de setembro de 2019

    Indústria do Petróleo

    O Departamento de Química promove o workshop Desafios na Indústria do Petróleo: Desde a exploração até a aplicação. A atividade visa promover a interação entre a Universidade e empresas com interesse em pesquisa e inovação. A oficina vai ser no sábado, 14, às 8h30, no Auditório Padre José de Anchieta. As vagas são limitadas. Inform (...) Leia mais
  • 12 de setembro de 2019

    Circuito do bem-estar: palestra “Viver é a melhor opção”

    A palestra “Viver é a melhor opção” será realizada no dia 12 de setembro, às 11:00h, na PUC-Rio - Anfiteatro Junito Brandão (Bosque).
    
    Faça a sua inscrição! - e-mail: equilibriumvrc@puc-rio.br
    Leia mais