Associação dos Antigos Alunos da PUC-Rio

Seja um associado

Relação entre espectador e imagem documental

6 de agosto de 2012

O curso Práticas Documentais, Montagem e o Espectador-Montador tem início em agosto na área da pós-graduação em Comunicação Social da PUC-Rio. Em parceria com programas de pós-graduação da UFF e da UFRJ, o curso busca discutir a relação da plateia com a imagem documental no domínio da fotografia, do documentário e do cinema em geral. A novidade se insere na abertura, também neste próximo semestre, do doutorado na área de Comunicação. A professora Andréa França explica a proposta.

Como surgiu a ideia do curso?

Andréa França – A ideia surgiu de uma parceria de trabalho já antiga, com a professora Consuelo Lins, da Escola de Comunicação da UFRJ, com quem venho dividindo os cursos dentro do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social há três anos. Além disso, podemos dizer que este nosso programa de pós, embora novo, tem uma tradição de montar cursos em parcerias com outros programas de pós graduação em Comunicação aqui do Rio de Janeiro. Foi o caso do curso Cinema e Política, oferecido pelo professor Miguel Pereira, coordenador do programa de pós-graduação em Comunicação Social da PUC-Rio, e por João Luiz Vieira, coordenador do programa de pós-graduação em Comunicação da UFF, no primeiro ano do nosso Mestrado.

Qual será o enfoque adotado?

Andréa – Poderia resumir, dizendo que a questão que atravessa o curso é: que estratégias expressivas estão presentes em diferentes regimes de imagens para produzir o que chamamos de “dimensão documental”? A ideia é discutir a relação do espectador com a imagem documental no domínio da fotografia, do documentário e do cinema em geral. Por isso, o nome do curso é Práticas Documentais, Montagem e o Espectador-Montador, e ele será oferecido em uma parceria inédita envolvendo três programas de pós-graduação em Comunicação do Rio de Janeiro: o da PUC-Rio, comigo, da UFRJ, com a Consuelo Lins, e o da UFF, com Benjamim Picado.

Sob quais aspectos um curso de pós-graduação na área da Comunicação deve trabalhar?

Andréa – Um curso de pós-graduação na área de Comunicação precisa fornecer ao aluno um instrumental teórico, cultural e metodológico que lhe permita desenvolver criticamente aspectos do campo da comunicação, que hoje é sem dúvida um vetor estruturante das novas formas de socialização e de vida; precisa dotá-lo de uma visão crítica que possibilite conhecer e interpretar as mudanças históricas e estruturais dos meios de comunicação e suas implicações na produção de sentido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Please enable javascript to post a comment !

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Últimas Notícias

  • 30 de março de 2020

    Programa de Bolsas da Fundação Estudar

    Quer apoio financeiro para fazer sua graduação, duplo diploma ou intercâmbio acadêmico no exterior? Quer entender melhor sobre o programa e como é fazer parte da maior comunidade de transformadores do Brasil?

    Conheça o Programa de Líderes, o programa de bolsas da Fundação Estudar.

    O programa (...) Leia mais

  • 23 de março de 2020

    Edital de Inovação para a Indústria: Missão Contra Covid-19

      O SENAI acaba de lançar uma nova categoria no Edital para Inovação da Indústria: a Missão Contra Covid-19, que apoia e financia projetos que desenvolvam soluções de impacto aos problemas gerados pela pandemia COVID-19. As soluções podem ser consultorias, metrologias, ensaios e análises, além de Pesquisa, Desenvolvimento e In (...) Leia mais
  • 19 de março de 2020

    Série ECOA PUCRIO: Empreendedores

      Segundo episódio da série ECOA PUCRIO: Empreendedores com o Marcio Cunha:
     
    Leia mais